Estilo de Vida

Amor de infância: casados e cheios de histórias

dhiethiago1

Casal  Thiago Correa e Dhionne Aparecida de Paula Correa.

Seja em uma festa, um evento, uma viagem ou por intermédio de amigos: são muitas as formas, os locais e as situações em que os adultos podem conhecer o grande amor de suas vidas. Raras são as vezes em que o destino foge dessa normalidade e prepara algo ainda mais especial. Pode parecer brincadeira de criança, e já foi, mas o casal Dhionne Aparecida de Paula Correa e Thiago Correa são personagens de uma linda e diferente história de amor. Moradores de Itapoá, o casal já caminhou muito para chegar aqui, sua história apresenta capítulos de todas as etapas da vida: infância, adolescência e agora, a vida adulta.
Sertaneja é uma cidade situada ao norte do Paraná, com cerca de 5 mil habitantes, e foi lá o palco do início desse grande amor. Dhionne, aos cinco anos de idade, e Thiago, aos quatro, eram vizinhos em uma fazenda. Seus pais trabalhavam juntos, suas mães eram amigas e como conspiravam os bons ventos, os dois pequenos viraram amigos, também. “Costumávamos brincar juntos, um na casa do outro”, conta Dhionne. A lembrança das aventuras das crianças espoletas está marcada na própria pele dela: uma cicatriz feita em um dia de brincadeiras na casa do vizinho Thiago. Um ursinho de pelúcia marrom, guardado cuidadosamente até hoje, também carrega boas recordações, foi presente de Thiago para Dhionne em seu aniversário de cinco anos. “Ela era muito tímida e costumava se esconder quando eu a visitava”, ele recorda, com carinho.
Em meio às brincadeiras de criança, a inocência e a pureza dos dois contagiavam o ar da fazenda. Contudo, a vida é feita de escolhas e, uma delas, levou o pequeno Thiago à cidade. “Passamos alguns anos sem ter contato, mas nos reencontramos na escola”, conta ele. E, como colegas de classe, os dois também foram muito unidos, especialmente na hora das provas. “Ele era bom em contas e eu, em dissertativas, nos ajudávamos bastante”, relembra Dhionne.
Com o tempo, junto com a adolescência, os interesses foram mudando, sem que percebessem. E foi em um passeio que a relação tomou um novo rumo e sentimento. “Saímos como simples amigos, para acompanhar outros dois colegas que estavam de namorico”, relembra Dhionne. Foi tão especial que as recordações são gravadas em mínimos detalhes: era época de festa da cidade, ela sentada na calçada e ele chegando, de bicicleta. O passeio, que seria apenas uma parceria entre os amigos, resultou no primeiro beijo (de muitos) entre Dhionne e Thiago.
Os beijos trocados na adolescência faziam o coração bater mais rápido, mas o casal, até então de amigos, ainda não visualizava namoro sério, tampouco casamento. “Na escola todos sabiam do nosso romance e nos acobertavam”, conta Thiago, que costumava surpreender Dhionne com buquê de rosas e outros presentes.

Os pais apostavam no namoro entre o irmão de Thiago com a irmã de Dhionne, e por pouco, acertaram. “Forçamos a amizade para namorar”, brinca Thiago.
Foi em fevereiro de 1998 que passaram de amigos a namorados, fortalecendo ainda mais essa união. Estudaram praticamente todo o ensino fundamental e médio juntos. Os registros fotográficos comprovam e relembram os grandes momentos: eles brincando juntos na fazenda, ela presente no aniversário de quatro anos dele e os dois na formatura da 8ª série.
Essa história se torna ainda mais especial por ter como cenário, além dos estados do Paraná e Santa Catarina, uma parte em Goiás e São Paulo. Dhionne e Thiago são desses casais desprendidos e que se adaptam sem problema algum ao lugar e às pessoas. “Por conta do meu crescimento profissional, não posso me apegar à cidade”, explica Thiago. E Dhionne, não rodeia nem pensa duas vezes, é parceira e também não se importa com as mudanças.
Quando completou dezoito anos, ela foi morar em Goiás por intermédio de seu pai, e Thiago a seguiu tempos depois. O casal ficou por lá entre os anos de 2001 a 2005, quando realizaram o casamento civil. “Casamos para podermos vir embora”, conta ele. Com apenas algumas roupas carregadas na moto, voltaram para Sertaneja e, em seguida, viveram alguns meses em Jaguariúna – SP. Depois voltaram para o Paraná, período em que se estabilizaram, cursaram faculdade e receberam a melhor surpresa de suas vidas, um filho.
Mas, além das páginas felizes da história que mais parece romance de novela, o casal também teve capítulos difíceis. A gravidez de Dhionne foi complicada, principalmente na hora do parto. “Nosso filho, o Thiaguinho, é um milagre”, conta ela, agradecida. Foi depois que ele nasceu e por conta do novo emprego de Thiago, que Itapoá se tornou a nova residência. “As dificuldades que passamos nos deixaram ainda mais unidos”, afirma Thiago, marido, companheiro e amigo de infância de Dhionne.
O capítulo que segue, desde 2013, agora é na cidade itapoaense, mas novos cenários e emoções aguardam o casal. O que está por vir ninguém sabe, mas a amizade com certeza já está registrada no destino. Afinal, foi a partir dela que o destino brincou com eles, no bom sentido, desde a infância, desenhando esta história de amor. Acompanhar o parceiro desde as brincadeiras de criança é usar com frequência a palavra “juntos”. Primeira casa juntos, primeiro carro juntos, primeira moto juntos, faculdade juntos… A vida lhes presenteou, pois aqui estão Dhionne e Thiago hoje: juntos, escrevendo, a cada dia, novas páginas de uma história de amor.

Ana Beatriz Machado

Matéria publicada na Revista Giropop – Edição 29

Categorias:Estilo de Vida

Marcado como:

1 resposta »

  1. Linda história. Q esse possa ser apenas mais um capítulo de mtos q virão. Felicidades pra vcs.