Quem é?

Tia Cida e um rancho preenchido de alegria

Para os que gostam de dançar juntinho e arrastar o pé, como é popularmente conhecido o bailão, o Rancho da Tia Cida é um dos locais mais visitados. Com a brisa do mar refrescando a porta de entrada, todos os sábados à noite a música é garantida. O espaço aconchegante e familiar é um dos mais tradicionais da cidade: há mais de 20 anos promove muita dança e alegria em seus bailes.

tiacida3

Maria Aparecida Alves Fernandes, a querida Tia Cida, como é muito mais conhecida

Augusta Gern

Mas a história vai muito além: Maria Aparecida Alves Fernandes, a querida Tia Cida, como é muito mais conhecida, chegou a Itapoá há 36 anos e o objetivo não era promover boas festas, mas sim muita comida boa. “Vim para Itapoá quando tive uns dias de férias, pois ainda não conhecia o mar. Chegando aqui vi como a cidade tinha futuro e resolvi arriscar. Queria mostrar para Itapoá como trabalho, queria ter a oportunidade de ficar por aqui”, conta.

Na época, Tia Cida lembra que parou em um terreno perto do mar, onde jovens jogavam futebol logo ao lado. Chegando em São Bento, sua cidade natal, falou sobre o município e do desejo de morar em Itapoá. Dias depois veio novamente com um conhecido que tinha terras por aqui e, ao chegar ao mesmo terreno, perto do mar e onde os mesmos jovens jogavam futebol, ganhou a oportunidade de começar uma nova vida. “Me arrepio só de lembrar. Este foi o local que conversei com Deus quando vim pela primeira vez para cá”, conta.

E assim, antes mesmo da emancipação de Itapoá, surgiu o local Tia Cida. No início era apenas um quiosque para lanches e porções perto da praia, depois se transformou em uma pizzaria e restaurante, e quando as jantas começaram a contar com música ao vivo, percebeu que o que os itapoaenses gostavam mesmo era de dançar. “Nunca pensei em ter um bailão, mas as pessoas acabaram transformando isso aqui e me ensinaram a trabalhar”, afirma.

Assim, com algumas ampliações e reformas, o local ainda transmite o seu objetivo: deixar a vida das pessoas mais feliz. E com toda a humildade que o criou e a história que o sustenta, hoje o Tia Cida recebe frequentadores de diferentes cidades da região e em todos os sábados está cheio de gente.

Além dos bailões, o local é utilizado para diferentes eventos: festas escolares, eventos beneficentes, jantares de associações, casamentos, aniversários, entre outros. Também, muitos eventos para a comunidade foram organizados e preparados pela própria Tia Cida. Ao revirarmos a caixa de fotos antigas descobrimos as grandes festas realizadas na época do Dia das Crianças: uma multidão de crianças e um bolo de até mais de 10 metros preenchiam a casa com ainda mais amor.

Matéria publicada na Revista Giropop – Edição 9

Categorias:Quem é?

Marcado como:,