Adote um Atleta

Jocilei de Macedo: Pedalando por um mundo mais saudável

A Revista Giropop iniciou uma série de entrevistas com pessoas apaixonadas por esporte, que desejam representar Itapoá e Guaratuba nas mais diversas modalidades esportivas.
A nova seção “Adote um Atleta” dará espaço e oportunidade para que atletas e times contem suas histórias de superações, treinos e competições. E, quem sabe assim, encontrem apoiadores, patrocinadores ou simplesmente contagiem outras pessoas com o amor pelo esporte.
Deseja participar? Envie um e-mail para giropop@gmail.com com um breve resumo sobre a sua história como atleta ou do seu time, com foto e telefone para contato.

Ana Beatriz

jocilei4

Mais do que um meio de transporte ecológico e divertido, a bicicleta é também uma das atividades que mais oferece qualidade de vida. Na cidade de Guaratuba, o ciclista Jocilei de Macedo começou a pedalar assiduamente há dois anos para curar problemas de saúde. Hoje, fundou a Associação Guaratubana de Ciclismo (AGC) e, depois de inúmeros trajetos, quilômetros, viagens e competições realizadas de bicicleta, ele afirma: “Pedalar faz bem para o corpo, para a mente e para a alma”.
Sua história com os pedais começou aos 15 anos de idade, porém, por conta da rotina de trabalho, filho e casamento, a bicicleta foi deixada de lado. Aos 36 anos, Jocilei recorda que começou a ganhar muito peso e que isso resultou em problemas de saúde. Para reverter a situação, não pensou duas vezes em voltar a pedalar: “Sempre fui determinado e com a bicicleta não foi diferente”.
Quando ele começou a pedalar frequentemente, não havia um grupo de ciclistas em Guaratuba. Foi aí que reuniu pessoas para pedalarem aos finais de semana e, mais tarde, durante a semana. “As pessoas foram se interessando e aderindo ao movimento, então, fundei a AssociaçãoGuaratubana de Ciclismo”, conta. Hoje, a AGS conta com mais de 100 pessoas envolvidas nos projetos de pedais.
Durante dois anos pedalando constantemente, Jocilei fala que evoluiu muito. Por incentivo de amigos, começou a participar de competições de ciclismo, sempre obtendo bons resultados. Começou pedalando 100 km, depois 200 km e, em seguida, 300 km. A partir de então, o ciclista manteve uma participação assídua nas competições mais importantes e nos trajetos mais longos. De bicicleta, ele também realizou diversas viagens, como até Navegantes – SC (310 km), Agudos do Sul – PR (350 km) e São Paulo – SP (414 km), esta última, chegando perto do recorde brasileiro de 480 km pedalados em um dia.

jocilei2

Superar e desafiar seus limites é uma atividade constante para o ciclista. Família na bike: O atleta, sua esposa Ana Paula e seu filho Murilo.

Para Jocilei, os momentos das longas pedaladas são sinônimos de muitas coisas boas. “É quando me encontro com Deus, me desligo de tudo e coloco minhas ideias em ordem”, fala. Além da melhora da saúde e do equilíbrio interior, o ciclista destaca que fez grandes amigos através da bicicleta, que ele e sua família adotaram hábitos alimentares mais saudáveis, e que também se sente satisfeito em contribuir para que o ambiente seja menos poluído. “É uma superação diária, pois sempre desejo que meu desempenho seja melhor que o dia anterior. É isso que me move a pedalar”, afirma.
De acordo com ele, existem alguns mitos acerca do ciclismo como, por exemplo, de que este é um esporte caro. Jocilei ressalta que comprar uma bicicleta é um investimento, uma vez que a pessoa, através da atividade física, deixa de comprar remédios para a dor, pressão, depressão, sono e afins. “Existem bicicletas para todos os gostos, preços, perfis e finalidades. Antes de investir em uma, é ideal que a pessoa tenha definido isso em mente e conte com a ajuda de um profissional ou de um ciclista”, diz. Assim como a roupa e o tênis utilizado nas competições de ciclismo, afirma que a bicicleta também deve “vestir” o atleta, de modo a deixa-lo seguro, confortável e lhe oferecer um bom desempenho.

jocieli1

O ciclista Jocilei de Macedo, de Guaratuba, recebendo a premiação de uma de suas competições.

Na cidade de Guaratuba, o ciclismo cresceu muito nos últimos anos. “Ainda enfrentamos alguns problemas, como motoristas que não respeitam os ciclistas e ciclistas que desconhecem as leis de trânsito, mas, aos poucos, isso vem melhorando”, conta. Para Jocilei, a difusão do esporte, de modo geral, depende muito dos praticantes. Por isso, ele aconselha aos que
pedalam: “Devemos sempre respeitar a sinalização de trânsito e os pedestres, sendo ciclistas bem educados, de modo que qualquer pessoa que nos olhe também deseje pedalar e ter sua vida mudada para melhor”.

Deseja patrocinar, apoiar ou criar uma parceria com o ciclista Jocilei de Macedo, de Guaratuba? Entre em contato com ele:
Telefone: (41) 9152-4625 E-mail: jocileimacedolelo@hotmail.com

Categorias:Adote um Atleta

Marcado como: