Adote um Atleta

Ozires Gava Neto: Jovem de Itapoá é revelação das artes marciais

Cada vez mais as pessoas estão descobrindo o prazer da vida saudável. O resultado desta tendência é o elevado índice de crescimento de praticantes de diversos esportes, entre eles, as artes marciais. No município de Itapoá-SC, as artes marciais vêm se popularizando e revelando grandes talentos, como o atleta Ozires Gava Neto. Com menos de um ano de carreira no jiu-jitsu, muay thai e nas Artes Marciais Mistas (MMA), Ozires já conquistou dezessete títulos em campeonatos. Hoje, é inspiração para aqueles que desejam iniciar nas artes marciais e carrega o nome de Itapoá Brasil afora.

atleta1

O atleta de artes marciais Ozires Gava Neto, de Itapoá-SC. Na foto, comemorando o título de campeão paranaense de jiu-jitsu, em 2016.

Ana Beatriz Machado

A paixão por esportes vem de berço. João Gava, pai de Ozires, já foi lutador de karatê, judô, boxe e campeão brasileiro de queda de braço. No entanto, seu filho seguiu um caminho diferente: jogador de futebol do Clube Atlético Paranaense (CAP), onde treinou na base do sub-17. Quando encerrou a carreira futebolística, Ozires mudou-se para Itapoá, onde, há aproximadamente um ano e meio, começou a fazer musculação para manter a saúde. “Vi que na academia onde eu treinava, a Pride Center Gym, também ofereciam aulas de jiu-jitsu e muay thai, e como já sabia dos benefícios, decidi fazer também”, conta. De imediato, se identificou com as artes marciais e, com apenas cinco meses de treinos, resolveu participar de um campeonato.

Foto-2

Algumas das principais medalhas
obtidas pelo atleta em 2016.

Logo em sua estreia, em uma etapa do campeonato paranaense de jiu-jitsu, Ozires ganhou a medalha de ouro. A partir de então, aprimorou suas técnicas, reforçou os treinos e obteve diversos títulos, dentre eles: campeão catarinense de muay thai tradicional, campeão brasileiro de muay thai tradicional, campeão paranaense de No Gi (treino sem quimono), campeão paranaense de jiu-jitsu, campeão da Copa Sul-Brasileira de Jiu-Jitsu, vencedor de todas as etapas em que participou do Campeonato Catarinense de Jiu-Jitsu, vencedor de todas as etapas paranaenses e catarinenses do Circuito Stance de Jiu-Jitsu, medalha de bronze na seletiva de jiu-jitsu dos Emirados Árabes, contando também com um cartel de três lutas de MMA – tudo isso, apenas em 2016.

Foto-3

Apesar de ter apenas 18 anos, ele já compete com lutadores de diversas faixas e categorias, e é conhecido como um grande finalizador.

Apesar dos bons resultados, o atleta deixou de participar de algumas etapas de campeonatos por carência de patrocínios. Ozires é treinado e recebe orientação dos seus treinadores Felipe Siqueira (muay thai) e Michael Souza (jiu-jitsu), que lhes acompanham nos campeonatos, no entanto, todos os gastos com inscrições, viagens, suplementos nutricionais e equipamentos são custeados por seus pais. Assim como João, a mãe de Ozires, Janaína Gava, o acompanha em todos os campeonatos e vibra com as conquistas do filho. “Como ele mora sozinho, nos falamos por telefone com frequência. Enquanto o seu pai faz o papel de empresário, ajudando financeiramente e correndo atrás de patrocínios, eu cobro muito a parte da alimentação”, conta Janaína.
Com 18 anos de idade, apenas doze meses de jiu-jitsu e dez meses de muay thai, Ozires já compete com lutadores de diversas faixas e categorias, e é conhecido como um grande finalizador. Por trás deste reconhecimento, há uma intensa rotina, com condutas, dietas e treinos diários. Para o atleta, sua disciplina e o bom psicológico são méritos de seus pais. “Sempre transmitimos confiança a ele, pois acreditamos que autoconfiança é tudo para um atleta. Hoje, nosso filho é um atleta focado e sabe o que quer”, falam João e Janaína. Foram, inclusive, a determinação de Ozires dentro dos tatames e sua frieza nos campeonatos que lhe renderam o apelido de “Ice Man” (homem de gelo).

Foto-5

Ozires e seus pais João e Janaína Gava,
em sua primeira luta de MMA, em 2017.

Ele, que é um dos atletas de Itapoá incentivadores à prática de campeonatos, hoje serve de inspiração para jovens itapoaenses que iniciam nas artes marciais. “Essas modalidades estão cada vez mais populares entre crianças, jovens e adultos, de ambos os sexos, em Itapoá. Eu acho isso muito bom, pois as artes marciais, além de proporcionar um bom condicionamento físico e noções de defesa pessoal, oferecem controle emocional, valores, paciência, equilíbrio, flexibilidade e agilidade”, diz.
Se nos tatames Ozires costuma finalizar o oponente em pouco tempo, na vida, ele fala que ainda há muitos movimentos a serem feitos até que a “luta” acabe. “Estamos em busca de patrocinadores e apoiadores locais que acreditem no seu potencial e no poder do esporte”, fala João, pai de Ozires. Para o futuro, o atleta conta que deseja fazer carreira no MMA e conquistar o tão sonhado título mundial. Ainda para este ano de 2017, ele planeja abrir um espaço junto à academia Pride Center Gym para dar aulas de artes marciais, formando novos lutadores no município de Itapoá. Para Ozires, tão importante quanto sonhar, é acreditar no sonho de alguém.

Foto-6

Para patrocinar ou apoiar o atleta Ozires, entre em contato através do número (WhatsApp): (47) 99199-7636.

Categorias:Adote um Atleta, Esporte

Marcado como:, ,