Arquivo da categoria: Itapoá dos Sabores

Babitonga dos sabores

Além do cenário exuberante para os olhos, a Babitonga de Itapoá também oferece delícias para os outros sentidos, como o olfato e paladar. Com a especialidade principalmente em frutos do mar, diferentes restaurantes oferecem bons serviços, e o melhor, pratos que dão água na boca só de olhar. Cada um com seu jeito, seu tempero e sua história, garantem o bom apetite na beira da Baía.

Augusta Gern

Recanto do Farol

gastronomia6
Proprietários do Restaurante Recanto do Farol
Romário Arthur Ferreira e Angela Piekarski.

Uma opção de boa gastronomia é o Recanto do Farol. Com muita sofisticação e atenção a todos os detalhes, o restaurante nasceu em novembro de 2012 e surpreende seus clientes com novidades a cada data comemorativa. Através dos faróis, apresenta uma sintonia entre a cultura local e diferentes pontos do mundo inteiro.
Apaixonados e inspirados pelo mar, o que era para ser uma pousada se transformou em restaurante, mas o objetivo não mudou: aliar a paixão pelos faróis em um só local. Além do nome, o espaço conta com uma decoração náutica exemplar: desde a entrada do restaurante até o piso superior, tudo remete às belezas do mar, e claro, dos faróis. Conforme os proprietários, Romário Ferreira e Angela Piekarski, ao iniciar o projeto buscaram entender melhor os faróis através da literatura e reuniram toda a cultura em um único espaço.
Toda esta sofisticação é levada a rigor, em todos os momentos. Para um atendimento de qualidade, em 2012 o restaurante ofereceu cursos gratuitos à comunidade local e, segundo os proprietários, a equipe continua participando de cursos e treinamentos para aperfeiçoamento e novidades na cozinha.
Ali, novidades são sempre garantidas. A cada data comemorativa o restaurante promove um evento diferenciado, com decoração e prato especial.

gastronomia7
Os principais pratos da casa Farol Ilha da Paz 
gastronomia8
e a Grelhata Recanto do Farol.

Para envolver todos os detalhes, até o nome dos pratos é temático, vinculado à data comemorativa, ideia que está criando moda na cidade.
Fora as comemorações, em geral os pratos são voltados a frutos do mar, como peixes, camarões e ostras. Porém, o cardápio também conta com opção de massa, carne vermelha e frango.
Conforme Angela e Romário, os principais pratos da casa são o Farol Ilha da Paz, com salmão ao molho de laranja e cubos de morango, acompanhado com batatas douradas e arroz cremoso; e a Grelhata Recanto do Farol, um mix de frutos do mar e legumes, também acompanhado de batatas e arroz. Com um gosto único, os pratos simbolizam todo o bom gosto, cuidado e sofisticação do local.

Casa Portuguesa

gastronomia4
Scheila, Victor, Mário e dona Neide
tocam o restaurante com muito amor e dedicação.

Outro restaurante, muito requisitado e exemplo de tradição familiar, é a Casa Portuguesa. Também localizado próximo à margem da Babitonga, o restaurante não poderia ser diferente, é típico português. Na decoração vermelha, verde e com enfeites típicos, o bacalhau é servido ao som do fado, não há local que evoque mais o espírito português.
Desde 2000 em Itapoá, este é um restaurante familiar e que traz a boa fama de Campo Mourão. No município paranaense foi onde surgiu: pela saudade que Nuno Cesar Q. de Moraes tinha de Portugal, sua terra. Com a experiência de cozinha que trouxe de quando era escoteiro, montou as receitas e criou o restaurante no Paraná. Como Campo Mourão era uma cidade de passagem e tinha um ótimo teatro, o restaurante tornou-se uma das referências e recebeu diferentes celebridades, entre Paulo Autran, Fernanda Montenegro, Zezé de Camargo, entre outros.
Porém, a paixão por Itapoá e vontade de morar à beira mar o fez trocar um restaurante de muito movimento pela qualidade de vida. Em Itapoá, o primeiro restaurante foi no balneário Itapema do Norte, mas como Nuno gostava do Pontal, em 2005 mudou para a região que ainda não contava com a pretensão do porto. Porém, em menos de um mês depois da mudança, ele faleceu. Desde então, o restaurante é tocado pelo amor de Dona Neide Livoni, esposa de Nuno, e um de seus filhos, Victor Hugo de Moraes Neto, com o apoio de Mario Livoni, irmão de Neide, e até da namorada de Victor, Scheila Petry.
E é com amor mesmo que ele segue em frente: “Cada ingrediente tem o seu papel, mas o principal é o amor. Se não fizer com dedicação, nada da certo”, afirma Neide. Para ela, o maior segredo em uma receita é o sentimento. “Ele me ensinou que é preciso se doar para fazer a comida, como se fosse uma meditação, para que a pessoa que coma sinta a boa energia, sinta amor e Deus”.

gastronomia2

gastronomia1
Bacalhau à Gomes de Sá e Bacalhau com nata, são os pratos
mais famosos entre os 13 tipos diferentes de bacalhau.

Hoje, Neide comanda a cozinha junto com Victor, mas tudo aprendeu com Nuno. Durante quatro anos ficou só mexendo com petiscos no restaurante, até que começou a fazer as receitas e ensinou para o filho. “Eu amo fazer isso. Aprendi com a minha mãe e quero passar para as futuras gerações”, afirma Victor. Para eles, o maior objetivo é continuar o desejo de Nuno, que é cultivar e divulgar a culinária portuguesa, pois tudo foi elaborado e planejado por ele. “Nós só estamos continuando a história”, afirmam.
Assim, cozinhando como se cozinha em Portugal, todas as delícias são preparadas na hora. O carro chefe do restaurante são os 13 tipos diferentes de bacalhau, dois famosos são: Bacalhau à Gomes de Sá e Bacalhau com natas. Além disso, para agradar todos os gostos, também contam com um prato de camarão, um de carne, um de frango e um de peixe.
Dessa forma, com tanta tradição e delícias, não há como não agradar todo o público. Conforme os proprietários, 90% dos clientes são de outra cidade, muitos deles visitam Itapoá só para deliciar a típica culinária portuguesa que, sem dúvida, leva o gostinho do amor à mesa.

Matéria publicada na Revista Giropop – Edição 18 – Junho/2014

Anúncios